quarta-feira, 29 de junho de 2016

Minicontos____RECOMEÇAR É PRECISO...


     Não me perguntem como, mas houve o fim do mundo. E, de repente, não mais que de repente, um homem alto, forte, de uns 35 anos, viu-se só, perambulando pelo mundo destruído, vazio de gente. Continuava existindo água e uma parte da fauna e da flora não fora completamente destruída, de modo que durante os cinco anos que o homem peregrinou sozinho conseguiu alimentar-se e muito bem. Afinal, o mundo era só dele!
     Então, um dia, penetrando numa caverna, deparou-se com uma mulher, mal coberta por uns farrapos de pano e, como diria Pero Vaz de Caminha, "Com as vergonhas de fora". Abraçaram-se felizes: eram os dois únicos seres humanos sobreviventes! E depois ela perguntou:
     - Somos apenas nós dois neste mundo?
     E ele, olhando para os seus belos seios e demais "vergonhas" que estavam de fora, e já completamente dominado por uma ereção que lhe exigia tirar cinco anos de atraso:
     - Com certeza, não por muito tempo! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário