segunda-feira, 24 de outubro de 2016

A PRECÁRIA INFLUÊNCIA DO DEBATE



Eleição faz isso: todos agora são de "esquerda", isto é, do grupo dos coitadinhos de plantão, tentando escapar da "direita fascista e golpista", como atualmente são designados os que não rezam as mesmas ladainhas dos comunistas, petistas e lulistas. Sarney, esse ninguém conhece! rsrs
Na minha opinião, este último debate do dia 28, pouco vai alterar o panorama de intenção de fotos, que ninguém sabe qual realmente é. Tudo, nesta altura dos acontecimentos, são especulações ou informações tendenciosas. Contudo, quanto ao Braide, creio que ele perdeu o bonde da arrancada para consolidar a sua vantagem de azarão político, surpreendentemente conquistada ao apagar das luzes do primeiro turno. Ele tinha que subir mais, na opção de mudança que representa, atacar os pontos vulneráveis da administração do Holanda, escapar da "margem de erro" das pesquisas e chegar imbatível ao dia da eleição. Não o fez e o resultado ficou duvidoso Para ambos os lados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário